"Esforça-te como se nunca tivesses ganho,
actua como se nunca tivesses perdido!"

Quer ser um Empreendedor de sucesso? Tem a certeza?!

 

Neste artigo pretendo mostrar o lado menos romântico do que é preciso para ser um empreendedor de sucesso. Não pretendo que o leitor se sinta desmotivado com a verdade nua e crua acerca do empreendedorismo mas sim prepará-lo para a dura realidade muitas vezes escondida acerca deste tema. Tenho a certeza que após ler este artigo estará em melhores condições para tomar uma decisão acerca do seu futuro.

Sendo empreendedor desde que me conheço, posso afirmar que somos seres obstinados, queremos sempre atingir os nossos objetivos, queremos ser os melhores na nossa área e fazemos tudo o que tiver ao nosso alcance para obter o maior sucesso de cada tarefa que desempenhamos. À primeira vista faz parecer que ser empreendedor é fantástico, mas talvez não seja assim tão “sexy”. Os verdadeiros empreendedores são pessoas inconformadas, que não aceitam o status quo, estão constantemente a detectar problemas e não descansam enquanto não tiverem a melhor solução para os resolver. São pessoas que sofrem profundamente quando erram ou enquanto não conseguem atingir o objectivo, que não conseguem dormir quando tem tarefas pendentes e que se não fosse as limitações do corpo humano, nem sequer dormiam para não perder tempo.

Os empreendedores são pessoas que em qualquer lado ou circunstância mesmo que queiram não conseguem desligar o radar do empreendedorismo, o que muitas vezes acaba por ser cansativo até para a própria pessoa e para os que a rodeiam. É como um vírus que se instala em nós e conforme os anos passam vai ficando cada vez pior.

Ainda continua com vontade de ser um empreendedor de sucesso? Se sim, continue a ler em baixo…

empreendedor
Se está a ler esta parte do artigo, parabéns, acabou de aprender uma regra de ouro de um empreendedor de sucesso, não desistir!

Confesso que hoje em dia a palavra empreendedor já me irrita um bocadinho porque é constantemente mal aplicada, é como a história dos vendedores serem chamados de consultores, até o podem ser, mas um vendedor não é um consultor, nem o consultor é melhor ou pior que o vendedor, são funções diferentes. Uma pessoa que tem muitas ideias não é um empreendedor é um idiota, um empreendedor tem de ser capaz de identificar o problema, ter a ideia, pensar na solução e implementá-la, no fundo, fazer acontecer. O que quero transmitir com isto, é que se você é uma pessoa que tem muitas ideias isso não faz de si um empreendedor. Muitas pessoas afirmam que estão fartas dos seus trabalhos das 9 às 17 e querem ser patrões, empreendedores, empresários, o que lhe quiserem chamar, mas não fazem ideia do que é ser um empreendedor e o impacto que isso vai ter na vida deles, para o bem e para o mal. Um empreendedor de sucesso trabalha em média 14 horas por dia, ou seja, mais 5 horas que um trabalho normal, e não recebe nenhum prémio ou subsídio por isso. Lemos frequentemente artigos acerca de empreendedores e como criaram os seus negócios de sucesso mas infelizmente esses casos representam apenas 10% do universo de negócios criados em todo o mundo, ou seja, significa que em cada empreendedor de sucesso existiram 9 que fracassaram.

Em suma, se quer mesmo ser um empreendedor de sucesso esteja preparado efectivamente para dar no duro, aprender com os erros, ter capacidade de adaptação, ser multi-tarefa, automotivar-se regularmente, ser resistente, ser positivo, ser construtivo, ouvir, partilhar, pensar, planear e fazer, fazer, fazer, até conseguir.

Ainda continua a querer ser um empreendedor de sucesso?!

Se sim, ou é louco ou quer mesmo ser um empreendedor de sucesso.

preparado

Vou partilhar consigo 10 regras que o vão ajudar a chegar lá:

1ª Regra: Ser empreendedor não é fácil! Habitue-se a isso!
Se gosta de ter o seu horário fixo, não gosta de trabalhar aos fim de semana, gosta de ir de férias sem se preocupar com o trabalho, ser pago pelas suas horas extra, ter o mínimo de problemas para resolver, então esqueça, ser um empreendedor de sucesso não é para si, lamento.

2ª Regra: A sua opinião é que conta, se acredita avance já!
Quando tive a ideia do PedirOrcamentos.Com há cinco anos atrás, ninguém acreditava verdadeiramente que esta ideia iria dar alguma coisa, mas eu nunca tive dúvidas, e avancei. Resultado: já entregámos cerca 20 milhões de euros em serviços às empresas que trabalham connosco e ajudamos milhares de utilizadores a fazer bons negócios. Quando estamos a analisar uma ideia de negócio ou empreendedorismo social, seja ela qual for, não perca tempo em pedir a opinião aos seus familiares ou amigos. Porquê?! Porque os seus familiares não lhe vão dizer toda a verdade ou simplesmente não entendem o seu negócio. Se você tem uma ideia completamente absurda a grande maioria dos seus familiares e amigos não vão ter coragem de lhe dizer isso na cara para não o magoar. Ou pelo contrário, se tem uma ideia fantástica provavelmente não a vão perceber e não lhe passarão qualquer entusiasmo por ela. Peça opiniões acerca do seu negócio, produto ou ideia a pessoas com quem não tenha nenhuma relação afectiva, essas vão ser as pessoas que lhe vão dizer a verdade doa a quem doer.

3ª Regra: Seja ético, honesto e diga sempre a verdade
Um dos grandes erros dos empreendedores é faltarem à verdade e por vezes esquecerem-se que os negócios são pessoas, que as pessoas têm memória e que o mundo é do tamanho de uma “ervilha”. Um dos exemplos mais comuns é fazerem da sua ideia ou negócio parecer maior, mais valioso ou mais importante do que realmente o é. Não tenha vergonha de dizer que criou o seu negócio há 3 meses atrás e que tem a convicção que o seu produto ou serviço é o melhor a resolver o problema a que se propõe, se não for o melhor então não o venda e não minta! É preferir encarar a realidade de frente, perceber o que está mal no seu produto ou serviço, torná-lo melhor e ir para o mercado novamente, sem medos. Eu próprio já cometi este erro e aprendi com ele. Hoje consigo instantaneamente perceber quando um empreendedor me está a mentir em que circunstância for. Seja sempre ético, frontal e honesto nas suas actividades enquanto empreendedor e pessoa. “Don’t show off, show up!”

4ª Regra: Não perca tempo, não perca o foco
Este é dos mais frequentes erros que ainda hoje tenho dificuldade em gerir adequadamente e que tenho a noção que me tem prejudicado imenso enquanto pessoa e empreendedor. Diariamente tenho vários pontos de distracção ligados aos meus negócios, parceiros, assuntos pessoais, reuniões, pessoas chatas, clientes, emails, Facebook, etc. No entanto, um empreendedor tem de saber exactamente o que tem para fazer e deve obrigatoriamente definir objectivos e metas a atingir num determinado período de tempo. Todos os dias tenho listas de TO DO’s com tarefas que têm de ser realizadas no dia, na semana e no mês, posso-vos garantir que funciona muito bem quando aplicado.

todo
5ª Regra: Não passe dos limites e pare quando tem que parar
Uma das vantagens de ser empreendedor é que pudemos nos dar ao luxo de parar e fazer o que nos apetecer quando quisermos. Faço isso com regularidade, é importante eu gostar do que estou a fazer e não quero estar a forçar o meu corpo porque sei que provavelmente não estarei a dar o meu melhor nem a fazer bem à minha saúde. Muitas vezes é necessário trabalhar 24 horas seguidas, mas isso são acontecimentos esporádicos e resultado de um mau planeamento do nosso tempo e as nossas tarefas. Sei que chego perto do meu limite muitas vezes mas só o faço porque adoro o que estou a fazer. Se tiver que tirar o dia para ir almoçar com familiares ou amigos, ver um concerto, ir trabalhar para uma esplanada, faça-o sem hesitar.

6ª Regra: Seja perfecionista, tem de ser o melhor da sua área
Não vale a pena investir o seu tempo e dinheiro se não tiver a certeza que tem um produto ou serviço fantástico! Deverá conhecer o seu negócio como ninguém e saber porque o seu produto/serviço é melhor e distinto comparado com a sua concorrência. Ser o melhor é exceder as expectativas, fazer mais do que é suposto, é fazer bem mesmo quando ninguém está a ver.

7ª Regra: Pensar, planear, fazer, medir > Pensar, planear, fazer, medir > Pensar, planear, fazer, medir…
Esta regra tem um título longo de propósito, é porque terá que Pensar, Planear, Fazer e Medir continuamente se quer chegar ao sucesso. É fundamental perceber se o negócio está a crescer ou não, se está crescer muito ou pouco, porque está a crescer ou decrescer, quais os produtos/serviços mais vendidos e os menos, quais os canais de vendas mais eficazes, etc. Se não souber onde está como pode saber para onde ir?!

8ª Regra: Estimular a motivação e a inspiração
A motivação é o combustível de qualquer pessoa, sem motivação não há magia! É fundamental que a estimule frequentemente e de várias formas. Muitas vezes tenho que parar para ler ou escrever um artigo, beber um café, ligar a um amigo, no fundo, tento ir buscar motivação para continuar na minha missão. Ter uma fonte de inspiração faz com que tenhamos mais motivação, a motivação desperta-nos a acção, a acção com motivação torna-nos em super empreendedores e máquinas de trabalho, quantas mais acções fizermos mais fazemos as coisas acontecer.

9º Regra: Livre-se da auto-sabotagem e ganhe autoconfiança
Ainda hoje não consigo perceber porque é que o ser humano se auto-sabota, por que razão é que eu enquanto pessoa que quero o melhor para mim me tento prejudicar a mim próprio. Realmente a auto-sabotagem é um dilema por resolver mas que tenho resolvido já há algum tempo. Livre-se de pensamentos diminutivos sobre si próprio, não seja muito duro para consigo e nem sequer perca tempo com isso. A solução para a auto-sabotagem é aprender como é que bloqueia esses pensamentos convertendo-os em pensamentos positivos e em autoconfiança. Vou dar um exemplo concreto, quando recebia um elogio acerca do meu trabalho, inexplicavelmente sentia uma sensação de angústia, estúpido não é?! E é mesmo, realmente era muito estúpido, eu estava convencido que o elogio era o pico mais alto de recompensa que podia atingir naquela situação e isso deixava-me angustiado porque não havia na minha cabeça o passo seguinte. Felizmente corrigi essa situação a tempo ao aperceber-me que ao receber um elogio é um indicador que as minhas acções para uma determinada tarefa estavam a ser bem recebidas por terceiros e que não era o fim mas o começo. Relativamente à autoconfiança, só lhe quero dizer que na dose certa é fundamental para o ajudar a chegar ao objectivo evitando assim a auto-sabotagem e medos paralisantes.

autoconfiança
10ª Regra: Afaste-se de ancoras e pessoas negativas
Por fim, mas não menos importante, deverá identificar quais são os velhos do Restelo da sua vida, quais são as pessoas negativas que só lhe consomem a sua energia. Já as identificou?! Então afaste-se delas o mais rapidamente possível! Junte-se e conviva com pessoas que admira, pessoas inspiradoras e que sejam de alguma forma parecidas consigo, que sejam positivas, que saibam partilhar, dar e receber.

2015-04-23T16:41:23+00:00 Abril 23rd, 2015|
error: