"Esforça-te como se nunca tivesses ganho,
actua como se nunca tivesses perdido!"

13 Coisas que as pessoas de sucesso fazem antes de sair do trabalho

 

Os úl­timos mi­nutos antes de deixar o es­cri­tório são ha­bi­tu­al­mente des­per­di­çados a olhar para o re­lógio ou a tra­ba­lhar fre­ne­ti­ca­mente. Porém, quem lhes dá um uso es­pe­cial obtém muitos be­ne­fí­cios. Aprenda a uti­lizar me­lhor o final do dia de tra­balho.

Pro­va­vel­mente irá passar os 10 úl­timos mi­nutos do seu dia de tra­balho a olhar para o re­lógio, a contar os se­gundos até estar livre.

Ou pro­va­vel­mente en­terra-se em tra­balho até ao úl­timo mi­nuto – e de­pois pega nas suas coisas e sai sem se des­pedir dos seus co­legas.

Se qual­quer um dos ce­ná­rios des­critos acima lhe soar fa­mi­liar – po­derá ser al­tura para re­a­va­liar a sua ro­tina do final de dia.

Mi­chael Kerr, um orador sobre ne­gó­cios in­ter­na­ci­o­nais e autor de “You can’t be se­rious! Put­ting humor to work”, co­menta:

“A forma como ter­mina o dia de tra­balho é bas­tante im­por­tante. (…) pode de­finir o seu es­tado de es­pí­rito para o resto do dia; pode in­flu­en­ciar as suas re­la­ções pes­soais, o seu nível geral de fe­li­ci­dade e o quão bem po­derá dormir à noite; e irá pre­parar o seu dia se­guinte.”

Lynn Taylor, uma es­pe­ci­a­lista na­ci­onal em am­bi­entes de tra­balho e au­tora do livro “Tame your ter­rible of­fice ty­rant: how to ma­nage chil­dish boss beha­vior and th­rive in your job.” avança que os in­di­ví­duos mais bem-su­ce­didos nor­mal­mente têm uma ro­tina através da qual tentam mi­tigar ta­refas que os irão tardar ou deter de es­tarem com­ple­ta­mente fo­cados nos – es­pe­rados ou ines­pe­rados – eventos da manhã se­guinte.

1. Atualizam as suas listas de afazeres

Taylor ex­plica que os pro­fis­si­o­nais bem-su­ce­didos mantêm-se atentos às suas listas de afa­zeres em cons­tante mu­dança.

“Mas os úl­timos 10 mi­nutos são quando também ve­ri­ficam o seu pro­gresso final face aos ob­je­tivos de­fi­nidos para o dia. Revêm a sua lista de acordo com os ob­je­tivos, ao invés de saírem abrup­ta­mente es­pe­rando lem­brar-se de todos os por­me­nores desse dia na manhã se­guinte.”

2. Organizam a sua secretária e ambiente de trabalho

Os seus pro­jetos levam bas­tante mais tempo a con­cluir quando não é or­ga­ni­zado.

“Ter um am­bi­ente de tra­balho e se­cre­tária em ordem irá ajudá-lo a pensar com mais cla­reza e a pri­o­rizar de forma mais eficaz. Irá igual­mente ajudá-lo a en­con­trar ra­pi­da­mente do­cu­mentos im­por­tantes, quando pre­cisar dos mesmos” diz Taylor. “Ar­quive os do­cu­mentos di­gi­tais e im­pressos para mais fácil acesso e maior efi­ci­ência quando pre­cisar dos mesmos mais tarde.”

3. Revêem o trabalho realizado

Taylor acres­centa que além de se focar no que ainda pre­cisa de fazer é im­por­tante olhar para trás e para o que já fez.

Kerr con­corda. “Tirar um mi­nuto para rever o que fez po­derá dar-lhe um sen­ti­mento de re­a­li­zação – o que num dia par­ti­cu­lar­mente di­fícil e agi­tado po­derá re­cordá-lo de que fez mais do que se tinha aper­ce­bido.” Diz. “Pes­quisas dizem-nos que uma ro­tina sim­ples como esta, ti­rando tempo para re­fletir no que foi feito, é uma forma es­sen­cial para au­mentar o nível geral de fe­li­ci­dade.”

4. Tiram um momento para refletir sobre o dia

As pes­soas bem-su­ce­didas não pensam so­mente nos pro­jetos com os quais li­daram nesse dia; pro­curam ana­lisar quando e porque é que as coisas cor­reram bem ou mal.

”Os pro­fis­si­o­nais ex­pe­ri­entes sabem que se não es­ti­verem a aprender, não estão a crescer.” diz Taylor.

5. Selecionam as questões “urgentes”

Você está por um fio com o seu dia, mas con­ti­nuam a fluir ques­tões; al­gumas ur­gentes, ou­tras não – mas tudo no úl­timo mi­nuto.

“É aqui que as suas ha­bi­li­dades de gestão do tempo são postas à prova.” Avança Taylor. “As pes­soas bem-su­ce­didas são ca­pazes de de­cidir o que exige uma res­posta e o que pode es­perar.”

Você vai querer adiar con­versas longas e sen­sí­veis até que você e o seu co­lega es­tejam no seu me­lhor: na parte da manhã.

“Con­si­dere uma res­posta que su­gira que a dis­cussão seja re­a­li­zada num mo­mento es­pe­cí­fico do dia se­guinte.” diz. “De outra forma, o as­sunto pode durar até à noite, quando a energia mútua é baixa e você se sente apres­sado. Este adi­an­ta­mento também lhe ofe­rece a noite para voltar atrás e pensar mais apro­fun­da­da­mente em re­lação às suas re­a­ções.”

6. Mantêm-se focados

Taylor ex­plica:

“Este é um mo­mento clás­sico de quando a sua mente pode de­rivar. Nor­mal­mente, você não se en­contra tão des­perto ao final do dia.”

Tente não se deixar levar por dis­tra­ções ou ati­vi­dades não re­la­ci­o­nadas com o tra­balho, no final do dia.

7. Determinam os seus principais objetivos para o dia seguinte

As pes­soas bem-su­ce­didas têm uma lista de itens para a manhã se­guinte e iden­ti­ficam os seus prin­ci­pais ob­je­tivos para esse dia.

“Po­derá ter dois ou três que são pri­o­ri­tá­rios, mas es­creva-os para que tenha um ponto de par­tida para a manhã se­guinte.” diz Taylor.

“Quanto mais es­crever o que tem na ca­beça mais pro­va­vel­mente irá ser capaz de se focar no resto da sua vida com a ca­beça limpa – e estar pre­pa­rado para o dia se­guinte”, acres­centa Kerr.

8. Informam os colegas sobre a sua disponibilidade entre o final do dia e a manhã do dia seguinte

As pes­soas bem-su­ce­didas tiram um mi­nuto para de­ter­minar o quão dis­po­ní­veis po­derão e pre­ci­sarão de estar entre o final do dia e o dia se­guinte – e de se­guida co­mu­nicam-no a quem pre­cisar de o saber.

“Você está ‘to­tal­mente às es­curas’ sem qual­quer con­tacto com o seu es­cri­tório através de texto, e-mail ou te­le­fone? Ou estão a ser feitas ex­ce­ções?” ques­tiona Kerr. “Isto vai mudar de dia-para-dia e não existe, ne­ces­sa­ri­a­mente, uma res­posta certa. A questão mais im­por­tante a co­locar a si pró­prio é “Que com­bi­nação de con­tacto/dis­po­ni­bi­li­dade é que me vai per­mitir a maior paz de es­pí­rito du­rante as mi­nhas horas li­vres?”

9. Reveem a sua agenda para a manhã seguinte

Não existe pior forma de co­meçar o seu dia do que chegar ao es­cri­tório e per­ceber que tem uma reu­nião im­por­tante dentro de cinco mi­nutos.

“As pes­soas bem-su­ce­didas sabem rever a sua agenda e planos para o dia se­guinte – e, mais im­por­tante, vi­su­a­lizam como o dia se irá de­sen­rolar.” Diz Kerr.

Isto irá per­mitir que entre no se­guinte dia de tra­balho sen­tindo-se mais pre­pa­rado, mais con­fi­ante e menos stres­sado.

10. Dizem obrigado

Os me­lhores lo­cais de tra­balho são cons­truídos sobre uma base de gra­tidão e re­co­nhe­ci­mento.

“Criar o há­bito de agra­decer a al­guém no final do seu dia de tra­balho é uma forma ex­tre­ma­mente eficaz de es­ti­mular o seu pró­prio nível de fe­li­ci­dade e per­mitir que tanto você como os res­tantes saiam com uma sen­sação po­si­tiva.” Diz Kerr.

11. Despedem-se

Um ami­gável “boa noite” é al­ta­mente su­bes­ti­mado e re­quer muito pouco es­forço.

“Re­lembra o seu chefe e equipa de que você é um ser hu­mano, não apenas um co­lega.” Diz Taylor.

Serve igual­mente de aviso, aos seus co­legas, de que você está a sair.

12. Saem com uma nota positiva

Antes de sair dê-se ao im­pulso psi­co­ló­gico de sorrir, re­co­menda Taylor.

“Isso irá pre­pará-lo para pro­jetar um clima mais oti­mista junto dos seus co­legas.”

Os lí­deres bem su­ce­didos deixam uma boa im­pressão no final do dia – sendo essa ati­tude que se pro­jeta até à manhã se­guinte.

13. Saem realmente

As pes­soas bem-su­ce­didas evitam a ten­tação de se de­mo­rarem. Sabem o quão im­por­tante é o equi­lí­brio tra­balho-vida por isso tentam sair do es­cri­tório a uma hora de­cente.

“Ficar no es­cri­tório sem uma boa razão irá li­mitar o seu nível de energia e su­cesso para quando pre­cisar do mesmo, no dia se­guinte”, ex­plica Taylor.

2015-04-28T16:04:44+00:00 Abril 28th, 2015|
error: